20160113

Coach para concursos vale à pena?

Nos últimos tempos tenho visto o crescimento das ofertas de coaching na internet, principalmente os voltados para a preparação para concursos públicos. Tenho certeza que muitos dos profissionais são competentes e podem fazer uma enorme diferença na preparação de um candidato, mas sei também que contratar um profissional de Coach muitas vezes pode não gerar os resultados esperados. Acho difícil que uma consulta a um Coach possa gerar efeitos negativos, pelo contrário, acredito que quase todos podemos tirar proveito de uma boa conversa com um profissional capacitado e bem intencionado, que tenha conhecimento adequado e tenha se preparado para aquilo. No entanto, como as sessões de Coach costumam ter um preço bastante elevado, surgem as dúvidas: será que os resultados são proporcionais aos custos? Será que compensa contratar um Coach pra concursos?

Em primeiro lugar, quero enfatizar que este texto representa a minha opinião sobre o tema. Não sou especialista e tampouco fui cliente do serviço. Venho somente dividir aqui parte do que pensei sobre o assunto como um cliente em potencial do serviço.

Profissionais de orientação e aconselhamento já existiam muito antes da atual, e mais recente, figura do Coach aparecer. O termo Coach, em inglês, é muitas vezes utilizado para designar o treinador de uma equipe esportiva ou de um atleta, que mescla os papéis de instrutor, orientador, incentivador, professor, tutor etc... Podemos pensar também em outras figuras muito parecidas, como a do mentor, que costuma ser representada por uma pessoa mais experiente, que tem condições de dar conselhos e supervisionar uma pessoa mais inexperiente. Um conselheiro escolar, por sua vez, pode ser responsável por ajudar e/ou incentivar alunos a se manterem no caminho designado pela escola. Já um professor guia um ou mais alunos por um percurso de aprendizado, visando a aquisição de conhecimento por parte destes. Em todos os casos há uma figura que se encarrega de facilitar o caminho, que se responsabiliza por parte do trabalho e tem como objetivo facilitar, dirigir e levar o sujeito ao resultado almejado.

Não posso deixar de fora dessa conversa a figura do psicólogo, que, ao contrário do que a maioria pensa, não trabalha somente com os "loucos ou doentes". Um psicólogo preparado e competente pode ajudar muito na tomada de decisões, no planejamento pessoal, na compreensão dos próprios sentimentos e aflições e, por conseguinte, na organização para alcance dos objetivos. O psicólogo está treinado para compreender e reduzir tensões e conflitos internos, emocionais e existenciais do indivíduo. Costumo dizer que uma preparação para concursos que dure cinco anos ou mais não é um projeto de estudos, mas um projeto temporário de vida. Precisamos estar emocionalmente preparados para esta fase, que pode ser muito estressante e abalar até o mais preparado.

Contratar um auxílio profissional dedicado e comprometido a ajudá-lo a alcançar seus objetivos me parece um benefício quase garantido, contanto que se observe com cautela qual o profissional adequado para a sua demanda. Um Coach de concursos públicos se focará para um objetivo específico, então é importante que se tenha segurança daquilo que se quer. Afinal, o coach não cria motivação, somente ajuda a organizar e aproveitar da melhor maneira possível os recursos do cliente. Um coach de carreira, um orientador vocacional ou um orientador profissional podem ser os profissionais mais adequados caso ainda reste dúvida sobre quais caminhos se deseja seguir. Se as questões emocionais estão pesando, pode ser uma boa ideia procurar um psicólogo, mesmo que para uma questão temporária.

A vantagem variará conforme a capacidade do profissional contratado e a disponibilidade de quem o contrata para aproveitar o que lhe é oferecido.Além disso, não adianta gastar todo o dinheiro num Coach e não sobrar para os materiais de estudo ou mesmo para um mínimo de conforto. De qualquer forma, lembre-se que, independente de contratar um Coach ou não, o mais importante é continuar estudando.



Leia Também

Escolhendo a Bibliografia
Os Perigos de Estudar Errado
TOP 6 Hábitos que Todo Concurseiro Precisa Perder



Créditos da Imagem: Imagem de airdone adquirida no EnvatoMarket