20150523

Como Estudar com Concentração e Foco

Alguns concurseiros acreditam ser possível fazer muitas coisas ao mesmo tempo de forma eficiente e eficaz. Edward Hallowell, autor do livro "Sem Tempo para Nada", afirma ser este um dos mitos do nosso tempo: o mito da multitarefa. Apesar de ser algo viável e às vezes até muito prático, no caso dos estudos para concursos a multitarefa mais atrapalha do que ajuda, pois reduz a efetividade do aprendizado ao reduzir a capacidade de concentração do estudante.

Há situações em que a multitarefa é bem vinda. São casos em que o objetivo é terminá-las de modo rápido e eficaz, sem preocupação com a qualidade do serviço. Pode-se, por exemplo, dirigir e ouvir uma música, ou cozinhar dois pratos de comida ao mesmo tempo, ou passar roupa e assistir televisão. Nesses casos a qualidade do resultado não precisa atingir o patamar mais alto, sendo suficiente atingir um nível mínimo de aproveitamento (contanto que a roupa não queime ou que você não bata o carro, o importante é o serviço ser feito de forma satisfatória). Além disso, nos momentos em que precisar se concentrar numa parte da tarefa, pode-se simplesmente esquecer uma e focar-se na outra, alternando a atenção entre as duas.

Entretanto, como já mencionado, o estudo para concursos tem como objetivo principal o aprendizado de conteúdo visando a máxima pontuação nas provas. Poucos podem dar-se ao luxo de estudar de forma ineficiente: a maioria simplesmente precisa aproveitar ao máximo o tempo que possui e estudar da forma mais eficiente possível: a qualidade do resultado importa. A tarefa de aprender conteúdo exige atenção consciente, sem espaço para distrações. Mesmo uma música calma de fundo pode atrapalhar a concentração de estudantes mais distraídos.



Leia Também:

Como Faço Para Me Concentrar?

Como Otimizar Sua Rotina

Estude por Metas e Não por Tempo

E se tudo der errado?





Fonte: Edward M. Hallowell (2006), "Sem Tempo Para Nada", Ed. Nova Fronteira.