20140320

Top 6 - Hábitos que Todo Concurseiro Precisa Perder


Disciplina e concentração são algumas das palavras que ficamos repetindo para nós mesmos, mas que são muitos difíceis de colocar em prática. Alguns hábitos da nossa vida estão tão arraigados que fica muito difícil perdê-los. O primeiro passo para se largar um hábito ruim é admitir que ele existe e que lhe faz mal. Listei neste artigo seis hábitos que podem minar o caminho de um concurseiro sem que ele perceba:


#6 Procrastinação


O melhor jeito de vencer a procrastinação é começar. Quando começamos a estudar nosso cérebro engata e fica mais fácil continuar. Ficar enrolando para começar é uma grande armadilha, pois alguns minutinhos tornam-se horas e logo você perdeu o dia enrolando. Então não se deixe enganar: assim que puder, comece.


#5 Excesso de Planejamento


Alguns concurseiros gostam muito de ficar planejando seus estudos. Certamente planejar é uma etapa essencial, mas alguns exageram na preparação e esquecem-se da parte mais importante: estudar. A etapa de planejamento se prolonga tanto que o sujeito estuda menos do que se prepara. Passa mais tempo fazendo um calendário bonito do que lendo os textos que precisa ler. Se você se identificou com esta modalidade de procrastinação, fique atento, pois ela pode ser fatal.


#4 Compra por Desencargo de Consciência


Este hábito é encontrado principalmente naqueles concurseiros que se prometeram estudar muito no início do ano, mas simplesmente não estão conseguindo cumprir suas promessas. Assim, ao invés de sentar a bunda numa cadeira e estudar de vez, eles preferem visitar livrarias e comprar mais livros. Compram novos cursos na internet, acompanham tendências e inscrições, mas não estudam verdadeiramente. Sentem que estão investindo nos estudos e que este dinheiro reverterá em pontos na prova. Ledo engano: o que estão de fato fazendo é compensar a culpa pela falta de estudo consumindo produtos e mais produtos que não vão estudar.


#3 Redes Sociais


Este hábito é muito frequente entre estudantes jovens, mas alguns concurseiros mais velhos também o sustentam. Todo mundo sabe que estudar com o computador logado nas redes sociais não é uma boa ideia. Na verdade, qualquer tipo de distração afetará negativamente a concentração nos estudos. Cada um sabe como sua cabeça funciona, então certamente devem haver exceções, mas meu palpite é que conversar na internet e estudar ao mesmo tempo não será benéfico para o concurseiro sério.


#2 Não anotar as aulas


Isto acontece quando o aluno tem preguiça ou acha que está entendendo tudo sem problemas. A verdade é que entender a matéria na hora da aula não é difícil mesmo. O difícil é lembrar no dia seguinte, quando for revisar. Acontece que, no momento da revisão, seria muito mais produtivo reler as anotações do que assistir novamente uma aula. Mesmo que se reveja um vídeo numa velocidade mais alta, aprende-se muito mais anotando com as próprias palavras, além de facilitar a memorização das informações.


#1 Não Revisar a Matéria


Este é o mais terrível hábito que se pode cultivar. Aquele concurseiro empenhado, motivado, persistente, que planeja tudo direitinho, compra os melhores cursos, assiste todas as aulas e anota tudo, lê os livros e entende cada parágrafo. Mas esquece de revisar ou tem preguiça. Aí não adianta nada, porque provavelmente vai esquecer o que estudou. Se demorar demais para rever, vai ser quase como estudar do zero. Quem revisa de modo consistente absorve muito melhor a matéria, não tenha dúvida disso.




Conclusão


Você se identificou com os hábitos citados? Não se preocupe, você não está sozinho. O próximo passo, no entanto, é esforçar-se para superá-los.



Leia Também

Estude por Metas e Não por tempo

Administração do Tempo

Sites Concursos Abertos

Administração Geral para Concursos



Créditos da Imagem: OpenClipart, Autor: qubodup.