20140218

Consumismo Consurseiro: 11.000 Questões de Concursos Públicos

Você quer muito comprar este livro...


Você sabe que é desperdício de dinheiro... que não irá resolver nem um terço das questões, que o material das folhas é muito fino... eles amassam fácil, são quase transparentes e não dá para fazer anotações nele. Você sabe que o livro é grande demais para ser prático, que não poderá carregá-lo, que será difícil de manuseá-lo. O preço é caro, a quantidade de matérias não segue um edital, há matérias demais...

Mas ainda assim. Há um fetiche... uma atração doentia por livros enormes. Quase como uma promessa: resolva-me e serás aprovado. Se o segredo é resolver muitas questões, por que não comprar um livro com muitas questões? Claro, parece valer mais a pena comprar alguns livros menores das matérias que você de fato precisa do que um enorme com um monte de conteúdo que não irá usar. Talvez seja mais inteligente comprar um livro mais prático e direcionado para seus objetivos...

E ainda assim! Que vontade de comprar! Um livrão bem grande para mostrar para todo mundo que estou me empenhando este tantão assim nos estudos! Olha que livrão que eu tenho! Olha quantas questões! Olha que número grande vem escrito na capa! E quem sabe sua autoestima fique do tamanho do livro. Ou quem sabe suas esperanças alcancem o número de questões contidas nele. E quem sabe comprar um livro com tantas questões seja no fundo uma promessa para si mesmo de que irá se esforçar e que é capaz de enfrentar este enorme desafio.

Então, eu recomendo que você compre este livro e coloque num local visível da sua casa. Quem sabe comprar um apoiador de livros para poder deixá-lo melhor exposto. Coloque-o para enfeitar o cômodo, ao lado do vaso e de outros livros que você não vai ler. Como instrumento de estudos, não recomendo. Como objeto de decoração e lembrete motivacional, uma ótima aquisição.